Peritos, os Auxiliares da Justiça

(por Pedro Neto)

Talvez você já saiba a resposta, mas lá vai a pergunta: você sabe o que são e o que fazem os AUXILIARES DA JUSTIÇA?

Pois bem, diversas são as modalidades de atividades desempenhadas pelos auxiliares da justiça, dentre as quais destaco a dos mediadores/conciliadores, síndicos/administradores, leiloeiros, corretores de imóveis penhorados, tradutores  e a de PERITO.

Mas, o que exatamente faz um PERITO?

Para começar, vejamos o que diz o artigo 156 do novo código civil brasileiro:

Art. 156.  O juiz será assistido por perito quando a prova do fato depender de conhecimento técnico ou científico.

Em linhas gerais, sempre que o juiz depender de conhecimentos que sejam estranhos à sua área de formação e especialização, deverá ser assistido por um perito, ou seja, um ESPECIALISTA na matéria a ser esmiuçada de forma a prover informações que subsidiem as decisões a serem tomadas.

De acordo com a modalidade de PROVA TÉCNICA a ser elaborada, será nomeado um PERITO: um contador, economista, administrador, engenheiro, médico e assim por diante, essa escolha dependerá do OBJETO de análise em cada processo judicial.

Por exemplo: no caso de um litígio na área financeira, poderão ser nomeados contadores, administradores ou economistas; em litígios ligados à área de saúde, serão nomeados médicos; em demandas na área de construção civil, serão nomeados engenheiros civis, e assim por diante.

Muitos profissionais têm buscado atuar como auxiliares da justiça, entretanto é como que se deparem com algumas dificuldades.

Antes de entrar neste ramo de atuação, é importante ao profissional conhecer todas as etapas deste processo, para depois focar no resultado final do trabalho pericial, que é prover uma PROVA TÉCNICA para subsidiar o juízo quando de suas decisões meritórias.

A fim de apresentar uma visão geral das etapas do serviço pericial, apresento na sequência as principais fases que serão enfrentadas pelo perito desde sua nomeação até a solução da controvérsia em questão.

Esta é a parte mais simples do processo, ou seja, conhecer tudo o que ocorre desde a nomeação até a prolação de sentença nos autos em que o perito foi nomeado.

Mas como proceder em cada uma dessas fases? Como fazer um bom planejamento, com base em todos os documentos processuais? Qual a complexidade do trabalho a ser realizado? Como mensurar honorários justos para auxiliar aquele juiz que depositou confiança em seus serviços? Como elaborar uma boa proposta? Como elaborar um bom laudo pericial?

Todas estas questões requerem tempo e esforço por parte daqueles profissionais que optam por trilhar como auxiliares da justiça. Somente o tempo, o estudo e o trabalho irão consolidar e capacitar as habilidades de um verdadeiro “Expert”.

Já existem diversos cursos de especialização que visam preparar aqueles profissionais que almejam atuar nesta notável atividade profissional. Todavia, nem sempre esses cursos atendem aquele objetivo ESPECÍFICO que o profissional procura; ou ainda, pode ser que o curso não esteja disponível em sua área de residência, ou não seja acessível financeiramente.

É visando suprir estas lacunas e prover CONHECIMENTO de uma forma dinâmica e customizada às necessidades de cada profissional, que venho até vocês questionar:

Você já pensou em atuar como AUXILIAR DA JUSTIÇA, na posição de PERITO nomeado pelo juízo? Ou então, já pensou em atuar como AUXILIAR DA JUSTIÇA, mas assistindo as partes litigantes como seu ASSISTENTE TÉCNICO?

O objetivo é te ajudar!

Entre em contato conosco e nos conte o que busca. Será um grande prazer ajudá-lo a ingressar neste fascinante ramo das atividades periciais.

ENTRE EM CONTATO

Entre em Contato

Telefone: (41) 3503-9499

WhatsApp: (41) 99674-9499

Email: pedroneto@expertpericias.com.br

Rua Maximo Asinelli, 680
Sobrado 1
Uberaba - Curitiba/PR

Categorias